(1) 2 3 4 ... 20101 »
Regionais : Sem ovo no mundo? O que se sabe sobre a crise que está esvaziando as prateleiras
Enviado por alexandre em 27/01/2023 10:50:29

Países como EUA, Inglaterra, Portugal e Nova Zelândia estão enfrentando a falta de ovo para comprar. Entenda o motivo.

O ovo já foi considerado vilão e mocinho várias vezes ao longo da nossa história. Seja pelo aumento do colesterol ou pelo grande ganho calórico, os profissionais da saúde sempre têm uma opinião diferente em relação a esse alimento, com, às vezes, ele sendo o vilão e outras não.

 

Contudo, o consumo de ovo pode começar a ser um problema, não pelo que ele causa ou deixa de causar na saúde, mas sim por sua falta nas prateleiras.

 

Tanto é que pessoas dos EUA, Inglaterra, Portugal e Nova Zelândia estão tendo dificuldades, desde o começo do ano, por conta da escassez, no mundo todo, de ovos de galinha.

 

Veja também

 

Polícia Federal cumpre 11 mandados de prisão preventiva contra golpistas

 

Como criação à 'garra e gasolina' moldou 1ª chefe da Stock

 

FALTA DE OVO

 

 

Essa falta tem seus motivos, e eles são diferentes para cada país. Nos EUA, por exemplo, o principal motivo da falta deles é um surto de gripe aviária. Já na Europa, os ovos não são vistos nas prateleiras com tanta abundância porque, além da gripe aviária, também tem o custo alto nos grãos e na energia elétrica por causa da guerra da Rússia com a Ucrânia.

 

Na Nova Zelândia, a escassez foi vista gradualmente. Começou em 2012 com o processo para zerar a criação de aves poedeiras em gaiolas. A data limite desse processo era janeiro desse ano. Além disso, essa mudança na legislação fez com que os custos para a produção de ovos ficassem maiores, e a demanda do produto não acompanhou essa mudança.

 

Como consequência dos preços altos vistos nos EUA, apreensões de ovos contrabandeados estão sendo feitas na fronteira do país com o México. “Recentemente notou um aumento no número de ovos interceptados em nossos portos de entrada. Como lembrete, é proibida a entrada de ovos crus do México nos EUA. A não declaração de itens agrícolas pode resultar em multas de até US$ 10.000 (R$ 51 mil)”, escreveu Jennifer De La O, diretora de Operações de Campo de Alfândega e Proteção de Fronteiras (CBP) em San Diego, em seu Twitter.

 

E NO BRASIL?

 

Fotos: Reprodução

 

Se os ovos estão ficando escassos em várias partes do mundo, será que isso também pode acontecer aqui no nosso país? Como no Brasil não existe um problema com a gripe aviária, é improvável que os consumidores brasileiros fiquem sem ovos. Contudo, o que pode acabar acontecendo é que os preços do produto passem por uma manutenção por conta de a produção estar menor do que a que foi prevista para esse ano.

 

Por conta da falta de chuvas em 2020, a safra do milho foi 16% menor do que no período anterior. Consequentemente, os preços dos grãos no país ficaram mais altos, o que por sua vez explica a diminuição na produção de ovos no Brasil em 2022. E essa produção menor deve continuar também nesse ano de 2023.

 

Com relação à inflação, de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), o ovo de galinha teve um aumento de 18,45% ano passado. E segundo uma pesquisa da cesta básica realizada pelo Procon-SP junto com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), em dezembro de 2022, a dúzia de ovos estava custando em média R$ 10,63 em São Paulo.

 

VENDA

 

Como visto, alguns países estão sofrendo com a falta de ovo nas prateleiras. Contudo, os que são vistos nas prateleiras podem acabar trazendo uma surpresa, como foi o caso visto em um estabelecimento na cidade de Campo Maior, no Piauí, em 2022.

 

O vídeo viralizou nas redes sociais e levantou várias dúvidas a respeito da fecundação dos ovos que são comercializados nos supermercados. O caso do vídeo aconteceu no dia 21 de setembro e foi postado nas redes sociais em outubro do ano passado.

 

De acordo com especialistas, foi o calor de cerca de 37°C que provocou a eclosão dos ovos. As codorninhas que nasceram foram resgatadas com vida, mas acabaram morrendo depois. Segundo o zootecnista Bruno Costa, o nascimento desses animais indica que os ovos estavam fecundados, ou seja, tinham embriões.

 

“Ovos pra consumo não devem ser galados [fecundados] por conta do tempo de prateleira. De onde vieram esses ovos tinha macho junto com as fêmeas. As granjas responsáveis adquirem lotes somente de fêmeas. Às vezes o controle não é eficaz e enviam ovos férteis para mercados”, explicou Costa.

 

 

Conforme explicou Costa, os ovos fecundados podem ser consumidos, desde que eles não tenham estímulo para incubação com temperaturas altas. “Se coletar [comprar] ovo fértil e colocar na geladeira, o embrião não desenvolve, mas também não tem a mesma validade que ovos não galados, estraga mais rápido”, pontuou ele.

 

Fonte: Fatos Desconhecidos

LEIA MAIS

Regionais : Com promessa de legalização, garimpo explodiu na terra yanomami
Enviado por alexandre em 27/01/2023 10:47:42

O discurso do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) de legalizar o garimpo em terras indígenas provocou uma corrida do ouro semelhante a de Serra Pelada, nos anos 80. A invasão de garimpeiros na Terra Indígena (TI) Yanomani, em Roraima, saltou de 363 hectares, em 2018, para 1.556 hectares em 2021. Os dados foram obtidos pelo Terra junto ao MAPBiomas, que faz o monitoramento ambiental do país. A estimativa do governo é que 25 mil garimpeiros já adentraram a terra Yanomami em busca de ouro.

 

O projeto de lei do governo Bolsonaro para legalizar o garimpo tramitou desde 2020 e foi barrado no Congresso, no ano passado, mas seu discurso a favor dos garimpeiros e contra os indígenas é mais antigo. Gravações mostram o ex-presidente prometendo que nenhum hectare de floresta seria demarcado caso fosse presidente. E, sobre a região, em 2019, ele declarou que havia “três trilhões de reais embaixo da terra”.

 

No território Raposa Serra do Sol, também em Roraima, em outubro de 2021, Bolsonaro chegou a visitar um garimpo ilegal. Dados levantados pela agência Fiquem Sabendo, com base na Lei de Acesso à Informação, e divulgados pelo Metrópoles apontam que, nessa visita, Bolsonaro gastou R$ 163 mil do cartão corporativo. “Se vocês quiserem plantar, vão plantar. Se quiserem garimpar, vão garimpar”, sinalizou o então presidente.

 

Veja também

 

Por que governo Bolsonaro é investigado por suspeita de genocídio contra os Yanomami; entenda

 

Yanomamis falam que a floresta está morrendo, diz padre que faz missão em área indígena há 15 anos

 

Enquanto o garimpo avançava, no ano passado, os órgãos públicos, como a Funai, negaram que houvesse uma crise humanitária entre os yanomamis. Dezenas de crianças mortas e os 60 apelos dos próprios indígenas não sensibilizaram o governo. Hoje, a verdade estampada nas fotos de jornais também não sensibiliza os seguidores mais aguerridos do bolsonarismo. A ponto de difundirem fake news sobre os yanomamis doentes serem indígenas venezuelanos fugidos do governo Maduro.

 

A realidade é dura e difícil mesmo de aceitar. Deixar um povo morrer à míngua e incentivar o garimpo criminoso em suas terras reforça a tese de genocídio, agora investigada pela Polícia Federal. Encravada no coração da floresta, a agência Amazônia Real fez uma ampla investigação sobre os efeitos do descaso e da invasão do garimpo nos últimos anos.

 

As denúncias sobre os efeitos nocivos desta quarta corrida do ouro sofrida pelos yanomamis estavam por toda parte, mas o governo Bolsonaro não quis ver. Mas, ao contrário, informações levantadas pelas agências De Olho nos Ruralistas e Pública revelam que líderes de garimpeiros que atuam ilegalmente na Terra Indígena Yanomami foram recebidos pelo então vice-presidente Hamilton Mourão, o ex-ministro Ricardo Salles e outros do alto escalão bolsonarista.

 

Segundo os dados apurados pelo MapBiomas, nas décadas de 90 e 2000, o garimpo ilegal praticamente foi eliminado da TI Yanomami. Em 2016, o garimpo salta de 3 para 20 hectares de terra. Ainda no governo Temer, mas já na campanha eleitoral de 2018, o avanço é de 103 para 363 hectares. O ano de 2021 foi encerrado com 1.556 hectares tomados pelos garimpeiros. Os números de 2022, quando Bolsonaro publicou um decreto autorizando garimpo em terras indígenas, ainda não foram compilados pelo MAPBiomas. O decreto foi revogado este mês pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

 

“O garimpo cresceu na Amazônia inteira e levou à crise humanitária dos Yanomamis. A imagem de um governo antiambiental deu condições de segurança para as pessoas se estabelecerem nesse tipo de atividade ilegal. As denúncias nunca tiveram resposta do governo que, pelo contrário, sempre incentivou o garimpo. Soma-se a isso a crise econômica que influencia as pessoas a se lançarem nessa febre pelo ouro, esse sonho de riqueza”, afirmou Ane Alencar, diretora de Ciência do IPAM (Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia) e membro do MAPBiomas.

 

A pesquisadora afirmou ainda que o grande movimento de garimpeiros impediu o acesso de agentes humanitários às aldeias dos yanomamis. O trânsito pelos rios tornou-se mais difícil e perigoso, muitas vezes controlado pelos invasores, isolando a etnia indígena.

 

"Quando sadios, sem poluição nos rios, os yanomamis sabem viver da floresta, mas acuados como estão, doentes, não. É terrível uma disrupção desse tamanho. Não só no ambiente em que eles vivem, mas na questão social e cultural, isso impacta muito na sobrevivência deles", afirmou Ane Alencar.

 

 

Depois da visita ao território Yanomami, o presidente Lula, que já havia revogado o decreto do garimpo de Bolsonaro, demitiu chefes de governo de áreas indígenas e promoveu o atendimento imediato dos doentes e desnutridos. Mas não é suficiente. A região carece de um combate efetivo ao garimpo ilegal, da realocação desses garimpeiros, e da criminalização da atividade. Apenas criticar Bolsonaro e derrubar seu decreto não vai fazer com que o garimpo recue. 

 

Fonte:Terra

LEIA MAIS

Regionais : Ministros de Lula votaram a favor do impeachment de Dilma e do teto de gastos
Enviado por alexandre em 27/01/2023 10:44:23

Ao menos quatro ministros do terceiro mandato de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foram favoráveis ao impeachment de Dilma Rousseff (PT), em 2016. À época, André de Paula, agora titular da Pesca e Aquicultura, e Juscelino Filho, chefe da pasta das Comunicações, eram deputadoes federais e votaram a favor do impedimento da petista. Simone Tebet, atual ministra do Planejamento e Orçamento, era senadora e também concordou com a deposição de Dilma.

 

Carlos Fávaro, titular da Agricultura e Pecuária, era vice-governador de Mato Grosso à época da votação do impeachment, mas participou de manifestações populares pelo impedimento de Dilma, inclusive com postagens nas redes sociais.

 

Os três ministros que eram do Congresso Nacional em 2016 — Simone Tebet, André de Paula e Juscelino Filho — também votaram, em 2016, a favor do teto de gastos, modificado por Lula ainda na fase de transição do novo governo por meio da PEC (proposta de emenda à Constituição) do estouro, que tem a finalidade de bancar promessas de campanha como o Bolsa Família a R$ 600 mais R$ 150 para cada criança de até 6 anos das famílias beneficiárias.

 

Veja também

 

Lula recebe governadores para tratar de ações prioritárias do governo federal nos estados

 

Próximo a Bolsonaro, Abílio doou R$ 500 mil ao PT após Lula vencer



Carlos Fávaro, hoje ministro de Lula, em manifestação pelo impeachment de Dilma

Foto:Reprodução

 

PRONUNCIAMENTOS 

 

Entre os parlamentares que hoje são ministros de Lula e que votaram pelo impeachment de Dilma, as justificativas para o ato concentravam-se em princípios morais. Durante seu voto, André de Paula destacou "a ética e a decência" na política.Juscelino Filho atribuiu a posição a "um futuro melhor para o nosso Brasil", enquanto Tebet citou "consequências nefastas a esta e às futuras gerações que pagarão esta conta, fruto dessa irresponsabilidade fiscal, por todo o mal que causou e está causando à população brasileira" e à "esperança de melhores dias".

 

CRÍTICAS

 

Em 2016, em reação à deposição de Dilma Rousseff, aliados da então presidente e de Lula chamaram de golpe o processo que institutiu Michel Temer (MDB) como presidente.

 

 

Na mesma linha, os apoiadores dos petistas, inclusive de movimentos sociais, classificaram a medida que limitava os gastos públicos de "PEC do fim do mundo" e "da morte". 

 

Fonte:R7

LEIA MAIS

Regionais : IMAGENS FORTES! MORADOR PEGA ESTUPRAD0R E ESTOURA SUA CABEÇA COM VÁRIAS MARRETADAS. VEJA VÍDEO
Enviado por alexandre em 27/01/2023 10:41:59

Um vídeo que circula em grupos de WhatsApp na noite desta quinta-feira (26/01), mostra uma morte macabra de um estuprador que foi capturado por moradores da região após cometer o crime contra uma criança.

 

Nas imagens, mostra o estuprador já sob o domínio dos moradores revoltados, que estão armados com marretas e terçados.

 

Um morador que estava com mais raiva, que segundo informações era o pai da vítima do estuprador, pegou o homem e literalmente estourou seu crânio com várias marretadas e depois ainda come seu cérebro.

 

Veja também

 

IMAGENS FORTES! Homem é assassinado a tiros na frente da namorada por dois pistoleiros no bairro da Vila da Prata, Zona Oeste de Manaus. VEJA VÍDEOS

 

IMAGENS FORTES! Homem é assassinado após presenciar carro de vizinho ser roubado no bairro de Santa Etelvina, Zona Norte de Manaus. VEJA VÍDEO E REPORTAGEM DO 'PORTAL DO ZACARIAS'

Outros populares apenas assistem a cena macabra.

 

 

ATENÇÃO! IMAGENS FORTES !

 

VEJA VÍDEO:https://portaldozacarias.com.br/site/noticia/imagens-fortes--morador-pega-estuprad0r-e-estoura-sua-cabeca-com-varias-marretadas--veja-video/

Regionais : OUSADA! ATRIZ PORNÔ BRASILEIRA E COM JEITINHO DE ORIENTAL, LINA NAKAMURA ARRASA COM SUA SENSUALIDADE. VEJA FOTOS DESSA GATA
Enviado por alexandre em 27/01/2023 10:40:20

Lina Nakamura é da ótima safra de novas atrizes porno brasileiras.

 

A morena de 21 anos já é uma das mais buscadas no xvideos brasil e tem tudo pra se firmar como um dos principais nomes do porno brasileiro.

 

Nós batemos uma papo com ela sobre suas experiências até aqui e planos pro futuro.

 

Veja também 

 

UAU! Conheça Luna Oliveira, ela respira sensualidade e vai abalar sua estrutura. VEJA FOTOS

 

Um verdadeiro avião! Musa do OnlyFans, Kethleen Marino rodou 91 países gravando cenas sensuais. VEJA FOTOS

Confira a seguir.

 

 

 

 

 


 

 

Fonte: Testosterona

 

LEIA MAIS

(1) 2 3 4 ... 20101 »
Publicidade Notícia