« 1 2 (3) 4 5 6 ... 19323 »

Regionais : Colisão frontal deixa quatro adultos e uma criança feridos

Uma batida frontal deixou cinco pessoas, dentre elas uma criança, feridas na noite deste domingo (14) em uma rua às margens da Rodovia Santos Dumont (SP-075), em Campinas (SP).

 

Testemunhas ouvidas pela reportagem da EPTV, afiliada da TV Globo, disseram que o veículo prata modelo Honda Civic seguia sentido Campinas quando bateu de frente com o outro carro, um Monza que estava na contramão.

 

Os cinco ocupantes do Monza ficaram feridos. Os adultos foram levados para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) São José e a criança foi socorrida ao Hospital Municipal Dr. Mário Gatti.

 

Veja também

 

Dois motociclistas ficam gravemente ferida após violenta colisão na rodovia AM-070 do município de Iranduba, Região Metropolitana de Manaus. VEJA VÍDEO

 

Mulher provoca colisão de carro com poste e perde vários dedos de uma das mãos na Avenida Djalma Batista, Zona Centro-Sul de Manaus

 

Os três ocupantes do Civic, um homem e uma mulher que são irmãos e uma criança de 7 anos, não ficaram feridos. Eles afirmaram que usavam cinto de segurança e que no momento da batida o Airbag acionou. 

 

 

Fonte: G1

LEIA MAIS

Justiça : Moraes será relator de ação contra Bolsonaro sobre varíola dos macacos

O ministro Alexandre de Moraes foi escolhido como relator de um processo contra o presidente Jair Bolsonaro no Supremo Tribunal Federal (STF) envolvendo o combate à varíola dos macacos.

 

Na ação, movida pelo PSB, o partido sustenta que houve falta de gestão institucional do governo federal em relação à monkeypox, ou varíola dos macacos, e pede que o STF determine à União e aos Estados campanhas de vacinação contra a doença.

 

O partido também acionou o STF para obrigar o governo a promover a prevenção de grupos vulneráveis, especialmente a comunidade LGBTQIA+, alvo de piadas do presidente em entrevistas dadas recentemente.

 

Veja também

 

Além de Bolsonaro, Moraes chama Lula e os outros ex-presidentes para posse no comando do TSE

 

Em encontro cordial, Bolsonaro diz a Moraes querer eleições transparentes e tranquilas

 

Como relator, Moraes será responsável por julgar o pedido do PSB e determinar se o governo deve cumprir o pedido. "A inexistência de plano nacional efetivo e operacional de combate à disseminação da MONKEYPOX, além da inércia e falta de gestão institucional, promove verdadeira violação à Jurisprudência que se desenvolveu no Supremo Tribunal Federal acerca da necessidade de proteção à saúde pública como um direito indisponível e irrenunciável", diz a petição inicial.

 

 

Moraes é alvo de críticas do presidente Jair Bolsonaro pela atuação do ministro no inquérito das fake news e no Tribunal Superior Eleitoral (STF). O ministro vai tomar posse na presidência do TSE no próximo dia 16 e presidirá a Corte durante as eleições. Moraes se reuniu com Bolsonaro no último dia 10, em mais uma tentativa de conciliação entre os dois. O magistrado também foi sorteado para julgar o registro da candidatura de Bolsonaro à reeleição no TSE.

 

Fonte: O Dia

LEIA MAIS

Justiça : Aviões e helicópteros dá apoio ao garimpo ilegal na Amazônia

O Fantástico acompanhou durante três dias as ações do Ibama nas pistas clandestinas entre Boa Vista, a capital de Roraima, e a terra indígena Yanomami. Uma atrás da outra, cheias de evidências de um crime em andamento: mantimentos, roupas, material de garimpo.

 

Em poucas horas, acompanhando as equipes do Ibama, a equipe do Fantástico passou por dezenas de pistas clandestinas. Algumas a menos de um minuto de voo uma da outra. Sem essa estrutura imensa de pistas para prestar apoio, o garimpo ilegal não poderia operar como acontece dentro da terra indígena.

 

“Os garimpeiros são muitos. Está aparecendo agora muita doença, bebida, arma de fogo. Nós, Yanomamis, estamos adoecendo, os rios estão adoecendo, está contaminado, que água é a vida.”, explica a liderança Yanomami Davi Kopenawa.

 

Veja também

 

Polícia Federal realiza operação contra garimpo ilegal e outros crimes no município de Jutaí, interior do Amazonas

 

'RAINHA DO SARARÉ': Polícia Federal prende mulher acusada de chefiar garimpo ilegal em terra indígena

 

O Ibama mapeou 277 pistas clandestinas dentro e ao redor da terra Yanomami. Pelo menos nove estão a menos de 40 quilômetros de um dos três pelotões especiais de fronteira que o Exército tem na TI Yanomami. Dados de monitoramento de voos do garimpo obtidos pelo Fantástico mostram o tráfego intenso das aeronaves do crime, da região de Boa Vista para a terra indígena, e dali para a Venezuela.

 

“É, sem dúvida nenhuma, uma atividade que afronta a soberania nacional.”, afirma Alisson Marugal, procurador da República.
Ao Fantástico, o Ministério da Defesa informou que "as Forças Armadas atuam no combate a delitos transfronteiriços e ambientais, numa faixa de 150 km, da fronteira, conforme a lei."

 

No pátio da Polícia Federal, em Boa Vista, está boa parte das 86 aeronaves apreendidas só em uma operação no ano passado. É fácil para polícia identificar quando uma aeronave é usada só para o garimpo: é que eles deixam apenas o banco do piloto e copiloto, e o resto todo é desmontado, deixando espaço para carga.

 

 

Só nos 15 dias de operação foram destruídos ou apreendidos 16, 6 mil litros de combustível. A maioria de aviação. Segundo a Polícia Federal, da única empresa credenciada para abastecer os voos comerciais no aeroporto de Boa Vista. A investigação mostrou que mais da metade do combustível que chegava para a Pioneiro ia parar no garimpo. Em nota, a empresa disse que sofreu uma autuação ambiental ilegal. 

 

Fonte: G1

LEIA MAIS

Mais Notícias : OMS dá novos nomes às variantes do vírus monkeypox, causador da varíola do macaco

A OMS (Organização Mundial da Saúde) deu, nesta sexta-feira (12), novos nomes às duas variantes conhecidas do vírus monkeypox, causador da varíola do macaco, uma doença para a qual também busca um novo nome para combater o estigma envolvido na identificação de uma patologia com uma espécie animal, país ou região.

 

A variante conhecida como Bacia do Congo (África Central) será chamada de clado ou subtipo 1, e a variante da África Ocidental, como clado ou subtipo 2, e duas subvariantes dessa última serão identificadas como clado 2a e clado 2b.

 

Um clado é um agrupamento de organismos que contém um ancestral comum a todos os seus descendentes.

 

Veja também

 

São Paulo confirma primeiros casos de varíola do macaco em grávidas

 

EUA declaram emergência de saúde por causa da varíola dos macacos

 

Essas denominações foram propostas por um grupo de cientistas convocado pela OMS, entre os quais estavam virologistas, especialistas em biologia evolutiva e especialistas de outras áreas de instituições de diversas partes do mundo.

 

Agora esse grupo de especialistas continua analisando qual seria o melhor nome para substituir a "varíola do macaco", chamada assim porque o vírus foi identificado pela primeira vez em 1958 entre macacos usados para estudos na Dinamarca.

 

A OMS abriu uma consulta pública para que as pessoas possam propor nomes neutros para essa doença.

 

 

Uma porta-voz da organização disse hoje que foram recebidas inúmeras propostas, várias delas "muito interessantes". Não se sabe se os especialistas têm um prazo para propor um novo nome. 

 

Fonte: R7

LEIA MAIS

Política : Rondônia terá cerca de 600 candidatos

A partir deste domingo, faltarão apenas 49 dias para a eleição no primeiro turno

Sérgio Pires
CAMPANHA COMEÇA OFICIALMENTE NA TERÇA, COM CERCA DE 600 CANDIDATOS EM RONDÔNIA Fim do prazo. A segunda-feira, 15 de agosto, é o último dia para registros de candidaturas, de mudanças nas atas das convenções, de autorizações da Justiça Eleitoral para que os candidatos aptos à disputa possam começar suas campanhas, a partir da terça-feira, dia 16. Ou seja, na terça começa finalmente a campanha oficial para a disputa à Presidência da República, ao Congresso Nacional; aos Governos estaduais e às Assembleias Legislativas. A partir deste dia, os candidatos podem fazer campanha até 1º de outubro, ou seja, 24 horas da eleição, no primeiro turno. Rondônia vai eleger seu Governador, o vice, um senador, oito deputados federais e 24 deputados estaduais. A previsão é de que, até a segunda, em torno de 600 candidatos para todos os cargos tenham pedido registro. No final do 2 de outubro, um domingo, serão anunciados os vencedores. A tendência é que, na disputa pelo Governo, haja segundo turno. Ele acontecerá em 30 de outubro, 28 dias depois da fase inicial da eleição. A disputa deste ano será muito curta: 45 dias apenas. A partir deste domingo, faltarão apenas 49 dias para a eleição no primeiro turno. Na disputa pelo Governo, até agora, estão confirmados os nomes de Marcos Rocha, que busca a reeleição; de Ivo Cassol, ex-governador e ex-senador; de Marcos Rogério, senador; do ex-governador Daniel Pereira; do deputado federal Léo Moraes; do presidente regional do PSOL, Pimenta de Rondônia e do Comendador Queiroz, do partido Agir.

« 1 2 (3) 4 5 6 ... 19323 »