Regionais - Garota tenta se matar após ter sido estuprada - Notícias
« 1 ... 4 5 6 (7) 8 9 10 ... 12245 »
Regionais : Garota tenta se matar após ter sido estuprada
Enviado por alexandre em 22/11/2017 09:37:11

Garota tenta se matar após ter sido estuprada

Uma adolescente de 12 anos tentou tirar a própria vida após sofrer estupro na noite de terça-feira (21), em Várzea Grande. O caso teria ocorrido no bairro Cohab 8 de março.

De acordo com boletim de ocorrência, o abuso sofrido pela menina teria ocorrido há três semanas. Ela, porém, não comunicou ninguém. A Polícia Militar foi acionada com a informação de que uma adolescente teria cortado o próprio pulso e que havia sido estuprada pelo padrasto.

No local, a PM fez contato com a mãe e com o padrasto questionando onde estava a menina. A mãe disse que a filha estava no quarto e quando foi chama-la encontrou a menina passando mal. Uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi chamada e encaminhou a adolescente para uma Unidade de Pronto Atendimento. Após atendimento, os policias perguntaram a menina sobre o suposto estupro por parte de seu padrasto.

A adolescente desmentiu e contou outra versão. Ela disse que, realmente, sofreu um estupro. Porém, ao crime ocorreu ao retornar da escola, por um individuo encapuzado e que não conseguia identificá-lo. Segundo ela, o abuso teria ocorrido há três semanas e que não contou a ninguém com medo de sua mãe brigar com ela. O caso foi registrado e o apoio do Conselho Tutelar foi acionado para acompanhar o caso.

FOLHAMAX

IMAGEM ILUSTRATIVA

Regionais : Chineses irão investir mais de R$ 200 milhões em suinocultura no MT
Enviado por alexandre em 22/11/2017 09:32:55


O governador Pedro Taques recebeu uma comitiva de 30 chineses, nesta terça-feira (21.11), que vieram a Mato Grosso para aprender mais sobre a produção da cadeia de suínos no estado, que é referência internacional. A visita dos empresários chineses é consequência da visita de uma comitiva do Executivo Estadual à China, ocorrida este mês.

Segundo o governador Pedro Taques, toda essa aproximação serve para melhorar e aumentar a parceria comercial entre Mato Grosso e China, que já é o maior importador do agronegócio mato-grossense.

“A China é nosso maior parceiro no cenário internacional. Para suprirmos as necessidades deles estamos preparados, melhorando nossa infraestrutura, melhorando o Instituto de Defesa Sanitária Animal e Vegetal, melhorando a ambiência negocial para gerarmos mais empregos, mais renda e produzirmos cada vez mais”, afirmou Taques.

Fazhan Liu, chefe da delegação chinesa em Cuiabá e diretor comercial da empresa Muyuan Foods Co, terceira maior produtora de suínos da China, destaca a importância do desenvolvimento sustentável, de modo a reduzir custos da produção da principal proteína consumida naquele país.

“A produção de suínos na China está passando por uma mudança muito grande. Os pequenos produtores estão diminuindo e sendo substituídos pela industrialização, e isso aumentou a nossa importação. Estamos em busca de aprendizado, tecnologia e sustentabilidade para nos enquadrar nesse novo modelo: produzir com qualidade e reduzir nossos custos”, explicou.

Para Pedro Taques, Mato Grosso está pronto para atender, também, a esta exigência. “Temos que produzir mais, não apenas em quantidade, mas principalmente em qualidade. Precisamos destacar o desenvolvimento ambiental e social. Para isso, criamos a estratégia PCI e temos tido reconhecimento internacional em razão dela. Recebemos quase R$ 170 milhões da Alemanha e do Reino Unido durante nossa viagem este mês, após passarmos pela China. Essa delegação veio ao lugar certo.”

A soja e o milho também são produtos de interesse dos empresários chineses. “A produção própria da China não é o suficiente para atender a todos. Hoje, anualmente, importamos cerca de 9 milhões de toneladas de soja. Estamos aqui para melhorar essa parceria, também aprender mais sobre preservação ambiental, segurança alimentar, controle de custos e de doenças das lavouras. Para isso, Mato Grosso é nossa referência”, afirma Xinai Chang, vice-presidente da empresa Pequim Harmony Sunshine Agricultura e Pecuária Technology Service Co.

Consumo

A China é líder mundial na produção, no consumo e na importação de carne suína e a demanda por carne e por sua qualidade vem aumentando. Além disso, há uma crescente pressão dos desafios ambientais e o governo vem colocando regulamentos mais rígidos para se adequar às mudanças climáticas de forma a garantir a segurança alimentar e o abastecimento seguro e equilibrado de alimentos.

Conforme dados apresentados pela equipe chinesa, nos últimos 30 anos o consumo de carne da China quadruplicou. Mesmo com a produção própria, o país segue dependendo da importação de outras matérias-primas para alimentação. Mato Grosso tem grande potencial para atender a esta demanda. Ainda conforme informações fornecidas pelo grupo, as importações da China equivalem a aproximadamente 50% do volume anual total de importação de soja do Brasil, e, cerca de 80% desse montante é todo direcionado para a indústria de alimentos para animais.

Estratégia PCI

Em Paris (França), durante a COP 21 em dezembro de 2015, mais uma ação em busca do desenvolvimento sustentável tornou o estado de Mato Grosso mais atrativo para investimentos. Taques falou sobre a estratégia de Mato Grosso para contribuir com a redução do aquecimento global. Com uma área de 900 mil km², o Estado mantém 60% do seu território preservado.

A estratégia PCI – Produzir, Conservar e Incluir, já atrai investidores de todo o mundo, que intentam investir em sua aplicação para investimento e custeio agrícola, pecuário e florestal.

A PCI possui metas ambiciosas nos três eixos propostos: expansão e aumento da eficiência da produção agropecuária e florestal; conservação da vegetação nativa e recomposição dos passivos; e inclusão socioeconômica da agricultura familiar e populações tradicionais.

Durante a COP 23, que ocorreu na Alemanha na semana passada, o estado de Mato Grosso recebeu R$ 170 milhões para investimentos no combate ao desmatamento, reflorestamento e ações de apoio à agricultura familiar e comunidades tradicionais. O recurso vem do banco estatal alemão KFW.
A China é líder mundial na produção, no consumo e na importação de carne suína e a demanda por carne e por sua qualidade vem aumentando. Além disso, há uma crescente pressão dos desafios ambientais e o governo vem colocando regulamentos mais rígidos para se adequar às mudanças climáticas de forma a garantir a segurança alimentar e o abastecimento seguro e equilibrado de alimentos.

Conforme dados apresentados pela equipe chinesa, nos últimos 30 anos o consumo de carne da China quadruplicou. Mesmo com a produção própria, o país segue dependendo da importação de outras matérias-primas para alimentação. Mato Grosso tem grande potencial para atender a esta demanda. Ainda conforme informações fornecidas pelo grupo, as importações da China equivalem a aproximadamente 50% do volume anual total de importação de soja do Brasil, e, cerca de 80% desse montante é todo direcionado para a indústria de alimentos para animais.

Neste contexto, Mato Grosso tem papel de destaque, pois, além do clima favorável para a produção animal e vegetal, o Estado é beneficiado pela disponibilidade de água doce e alta oferta de grãos para a ração animal, como a soja e o milho, garantindo volume e sanidade na produção com preços competitivos.

Para recepcionar o grupo, liderado pela maior empresa de criação de suínos da China a Muyuan Group e mais 27 representantes de empresas ligadas à suinocultura, diversas ações estão previstas para apresentar o potencial industrial de suínos e grãos mato-grossense.
24 Horas News

Regionais : Casal pelado, bebado e drogado, queria fazer sexo com babá dos próprios filhos
Enviado por alexandre em 22/11/2017 09:25:15


Um casal da cidade de Wind Lake, no estado americano de Wisconsin, foi preso no último domingo (5) após os dois tentarem, nus e sob o efeito de maconha, assediarem uma babá adolescente que estava, junto de sua irmã, trabalhando para eles na noite de sábado. Crystal e Justin Robinson foram detidos após a denúncia da mãe das babás. De acordo com nota do Departamento de Polícia do Condado de Racine, divulgado nesta sexta-feira (10), a mulher ligou para as autoridades quando suas filhas lhe contaram que casal apareceu nu, bêbado e fumando maconha .

Os oficiais responderam ao chamado, chegando na casa, fizeram uma busca e encontraram drogas e material para a produção de entorpecentes. Além disso, as irmãs relataram toda a situação e ainda disserm que Justin se deitou nu sobre uma delas. Os dois foram levados para a Penitenciária do Condado de Racine, onde permanecem até o pagamento da fiança, estabelecida em 15 mil dólares (cerca de R$ 50 mil). Os Robinson enfrentam as acusações de exposição de partes íntimas, comportamento que coloca a segurança em perigo e sedução de crianças. Além disso, também terão que lidar com as queixas de posse de drogas.

"Escapadinha" da prisão

Em um caso que também envolveu a cannabis , um xerife do estado de Oklahoma, nos Estados Unidos, divulgou que uma dupla de detentos conseguiu “escapar” da cadeia durante algumas horas. De acordo com o Facebook do oficial Terry Park, os dois fugiram para visitar suas namoradas e fumar a erva . Depois dos momentos de lazer, eles decidiram que 'já era hora de voltar para a prisão'.

Harley Davidson e Rakeem Lennox conseguiram escapar na noite da última quarta-feira (11). Eles roubaram a chave da lavanderia da cadeia e, por volta das 22h30, correram para fora da prisão. Davidson e Lennox aproveitaram seu tempo “livre” na companhia de suas namoradas e de alguns cigarros, e quando se cansaram de toda a diversão, voltaram educadamente para suas celas. Segundo informações do portal NewsOk , os dois estavam detidos por crimes relacionados à posse de drogas como a maconha, e agora, também precisam enfrentar algumas acusações pela “escapadinha”.


24 Horas News

Regionais : Golpistas de evangélicos são alvos da PF
Enviado por alexandre em 22/11/2017 09:23:01


AQUI COMO LÁ - O esquema é perfeito, ou quase perfeito. Os “pastores”, alguns até classificados como “consus”, na realidade são falsos investidores que vendem o “nada” e em troca fazem verdadeiras fortunas. As vítimas, a maioria evangélicos, que quando descobrem que foram enganados, mesmo assim continuam acreditando na fé dos vendedores de ilusões.

Foi assim em Mato Grosso. Em abril de 2016, a Polícia Civil do Estado, expôs o esquema que funcionava à luz do dia na cidade de Primavera do Leste (Sul, a 300 quilômetros de Cuiabá). Lá, como em Mato Grosso do Sul e outros Estados brasileiros, a maioria das vítimas também eram pessoas evangélicas.

Até hoje não se sabe o montante de tanto dinheiro arrecado com falsas promessas, de pobres chegarem à fortuna de maneira rápida e fácil. O certo é que o esquema em Primavera do Leste mais de 500 pessoas que caíram no golpe, mas com medo ou vergonha, não quiseram denunciar os bandidos à Polícia.

O esquema é perfeito, ou quase perfeito, tanto é verdade, que centenas de pessoa no Sul de Mato Grosso podem ter perdido, não muito, mas que somando, fazem bandidos disfarçados de “profetas”, de milionários do dia para a noite.

O pior, no entanto, é que apesar das perfeitas investigações da Polícia Civil de Mato Grosso chegou aos culpados, inclusive com provas evidentes, a Polícia daqui encontrou muitas dificuldades até para localizar as próprias vítimas.

A REPORTAGEM

O esquema dos estelionatários desmontado nesta terça-feira (21) pela Polícia Federal e Receita Federal em Campo Grande (MS) usava técnicas de marketing multinível e atacava grupos vulneráveis para fazer as vítimas entregarem dinheiro com promessa de lucros milionários, muitas vezes, baseada apenas na fé.

Para atrair os ‘investidores’, usavam elaborado e fantasioso roteiro que envolve a existência de antigas minas de ouro em Mato Grosso do Sul, documentos do Tesouro Nacional, um julgamento trilionário na justiça sul-mato-grossense e muita lábia.

Apesar de não haver qualquer ligação com entidades religiosas, entre as vítimas há muitos evangélicos que foram recrutados por ‘irmãos’ e líderes de igrejas em diversos estados brasileiros. Formavam ‘equipes’ de propagação como ‘Os Milionários’, ‘Filhos do Rei’ ou ‘Anjo AUMETAL’. Basicamente, quem 'entrava' tinha de entregar pelo menos R$ 2 mil sem qualquer garantia.

A operação cumpriu mandados em um condominio de luxo, no Bairro São Francisco, na Capital. Além de mandados de busca e apreensão na empresa Company Consultoria, do empresário Celso Edgar Gonzaga Araújo. Também foram cumpridos mandados na residência do empresário, que teve um mandado de prisão contra ele. Os três carros de luxo da residência foram levados pelos policiais.

Operação AUMETAL

Com sede chique no centro de Campo Grande, a ‘Company Consultoria Empresarial’, movimentou verdadeiro exército de propagadores que vendiam para familiares e conhecidos ‘contratos’ de participação nos lucros da ‘Operação AU METAL 27058’.

Garantiam que tal operação financeira renderia milhares de reais por repatriação de direitos referentes a uma mina de ouro em território sul-mato-grossense.

Celso Éder Araujo, apresentado em vídeos da empresa como ‘cônsul’, seria o procurador da família Araujo, detentora dos direitos da mina que nunca existiu. Na sede da empresa, onde a Polícia Federal cumpriu mandado de prisão nesta manhã, um brasão opulento da família remete ao enredo.

A PF confirmou que Celso é alvo de um mandado de prisão temporária.

Evangélicos entre 'presas fáceis'

Mesmo sem qualquer registro sobre a suposta mineração de ouro em grande escala nas terras pantaneiras, muita gente caiu. O sistema era impulsionado pela expectativa de que, quanto mais gente um investidor atraísse, mais lucro teria. Típico dos esquemas de pirâmide financeira.

Já faz algum tempo que o esquema era considerado caso de polícia. Em abril de 2016, a Polícia Civil de Mato Grosso expôs o esquema em Primavera do Leste (MT), onde 500 pessoas, a maioria de evangélicos, podem ter caído no golpe, com prejuízo total de mais de R$ 1 milhão.

Apesar das denúncias de alguns e evidências, a polícia teve dificuldade até para localizar as vítimas, quase todas ‘irmãos de igreja’. “Quase ninguém procurou a polícia. Muita gente ainda acredita que vai ganhar R$ 300 milhões sem fazer nada. É um golpe elaborado que usa a fé das pessoas”, relatou à época o delegado da Polícia Civil de MT, Rafael Fossari.

Em 9 de junho de 2016, após uma consulta oficial, o Banco Central do Brasil já havia se manifestado para avisar que a tal AU METAL – Contrato 27058 sequer é um tipo de operação realizada pelo órgão.

“(...) o Banco Central do Brasil não realiza esse tipo de operação, sendo totalmente falso qualquer documento da espécie que contenha o nome desta Autarquia, devendo o caso ser levado ao conhecimento da autoridade policial, a quem compete investigar fatos criminosos. Deve-se registrar, ainda, que, nos termos do art. 12 da Lei nº 4.595, de 31 de dezembro de 1965, ‘o Banco Central do Brasil operará exclusivamente com instituições financeiras públicas e privadas, vedadas operações bancárias de qualquer natureza com outras pessoas de direito público ou privado, salvo as expressamente autorizadas por lei’. Por último, informo que há notícias de que no Estado do Mato Grosso do Sul tem havido negociações de supostos direitos decorrentes da chamada ‘operação AU-METAL 27058’ que, por suas características, revela clara hipótese da prática do crime de estelionato na modalidade de antecipação de pagamento, em que o estelionatário promete ceder um determinado bem (obviamente inexistente) a troco da antecipação do pagamento, pela vítima, de parte do valor desse mesmo bem (...)”, diz a nota, disponível na internet.

O negócio altamente lucrativo chegou a ter variáveis, que se tornaram rivais. Há ainda na internet vídeos onde Celso Araujo garante que ‘opera com a Polícia Federal’, desafia quem questiona o esquema a provar que tudo era fraude e até um em que ataca o esquema da ‘Operação SAP (Sidney Anjos Peró)’, aparentemente um concorrente.

Operação Ouro de Ofir

Agora, com a Operação Ouro, deflagrada em conjunto pela Polícia e Receita Federais, a ‘Company’ e o ‘cônsul Eder’ são apontados como responsáveis por manter uma espécie de instituição financeira clandestina.

Segundo a Polícia Federal, criaram até um fantasioso ‘contrato de doação mediante pagamento’. Há ainda suspeita de uso de documentos falsos, como certidões de LTNs (Letra do Tesouro Nacional) e outros documentos de instituições públicas federais.

Estão envolvidos nas atividades referentes à deflagração aproximadamente 70 (sessenta) Policiais Federais, Servidores da Receita Federal e Policiais Militares, para o cumprimento de 11 Mandados de Busca e Apreensão, 4 Mandados de Prisão Temporária e 4 Mandados de Condução Coercitiva, nas cidades de Campo Grande (MS), Terenos(MS), Goiânia(GO) e Brasília (DF). (Com a reportagem de Arlindo Florentino, Wendy Tonhati e Mariana Lopes).

Justiça em Foco : Defesa de Palocci pede que STF adie julgamento
Enviado por alexandre em 22/11/2017 09:16:40

Defesa de Palocci pede que STF adie julgamento


Estadão

A defesa de Antonio Palocci pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) o adiamento do julgamento previsto para a próxima quinta-feira, 23, do pedido de liberdade do ex-ministro dos governos Lula e Dilma. A presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, decidiu priorizar a inclusão do habeas corpus de Palocci na pauta do plenário do STF, após o relator da Operação Lava Jato na Corte, ministro Edson Fachin, ter liberado o processo para julgamento no dia 8 deste mês.

O pedido de liberdade de Palocci é o primeiro item da pauta da sessão plenária do dia 23 de novembro, mesmo dia em que está prevista a retomada do julgamento sobre a extensão do foro privilegiado. Na petição protocolada ontem, no STF, os advogados de Palocci destacam que o ministro Ricardo Lewandowski está de licença médica e não deve participar da sessão de quinta-feira.

“Note-se ainda que a matéria afetada ao pleno é efetivamente objeto de divergência nesta Corte, de modo que a prudência recomenda que o exame do writ impetrado em favor do paciente Antônio Palocci Filho ocorra com todos os membros do tribunal presentes”, sustentam os advogados do ex-ministro.

“Ante o exposto, considerando-se que o ministro Ricardo Lewandowski, de acordo com a notícia jornalística, encontra-se de licença médica ao menos até o dia 26 do corrente mês, requer-se o adiamento do julgamento do presente habeas corpus até que a composição do tribunal esteja completa”, finaliza a defesa de Palocci.

Divergências. Fachin decidiu levar o habeas corpus de Palocci ao plenário justamente para tentar "prevenir e solucionar eventuais divergências de teses", e que o plenário da Corte tem o papel de proporcionar uma unidade e igualdade em relação a julgamentos.

Fachin apontou divergência no entendimento das turmas do STF em dois pontos. O primeiro é sobre se é cabível ou não o habeas corpus apresentado em substituição ao recurso previsto em lei - para a primeira turma, não é cabível, mas para a segunda, é. O segundo ponto, segundo Fachin, é sobre se é possível conceder a ordem de ofício de libertar o investigado se for considerado incabível o habeas corpus - para a primeira turma, não é, mas para a segunda, é.

« 1 ... 4 5 6 (7) 8 9 10 ... 12245 »