Regionais - Transposição pode ser comprometida por relatório de Romero Jucá - Notícias
Regionais : Transposição pode ser comprometida por relatório de Romero Jucá
Enviado por alexandre em 24/04/2010 12:54:26

Brasil : PSDB
Enviado por alexandre em 24/04/2010 12:50:31



Alto Paraíso filia ao PSDB em reunião no sábado

Alto Paraíso recebeu neste sábado (24-04) a comitiva suprapartidária do PSDB, PR, DEM e PSC, que reuniu a comunidade pra falar da organização partidária que está sendo feita em todo Estado, principalmente com a meta de fazer 100 mil filiados no partido tucano em 2010.

Antes da reunião, Expedito Júnior, pré-candidato ao Governo do Estado pelo PSDB, Agnaldo Muniz (PSC), pré-candidato ao Senado, Hamilton Casara, presidente regional do PSDB e pré-candidato a deputado federal falaram à comunidade por meio das rádios Capital do Jerico e Parecis.

Juntamente com lideranças locais e estaduais, como o empresário João do Vale Neto, pré-candidato à Câmara Federal, Altamiro Souza, o vereador por Porto Velho Jean Oliveira (PSDB), o vereador Caico (DEM), José Camilo (presidente do PSDB local), Silvinho do Jerico (PMDB) Reinaldo (presidente do PR local), foram tratados vários temas envolvendo a sociedade rondoniense.

Para Expedito Júnior, Rondônia pode mais e para isso é fundamental fortalecer o tripé Saúde, Segurança e Educação. A aproximação com a comunidade é fundamental para que um Governo esteja cada vez mais distante do erro. Isso por que, na visão de Expedito Júnior, quem vive o dia a dia das cidades são as pessoas e por isso é fundamental ouvi-las.

Prestigiado ainda por vereadores de outros municípios, como Adair Moulaz (PSDB) e Rosa, ambos de Ariquemes, o encontro suprapartidário serviu ainda para avançar na meta de fazer 100 mil filiados, sempre visando o bem de Rondônia.

Isso por que com um fortalecimento do partido rondoniense, o espaço que poderá ser cobrado junto à executiva nacional será maior, com a possibilidade de que o pré-candidato à presidência da República, José Serra, também do PSDB, seja eleito.

Justiça : Pau torto
Enviado por alexandre em 24/04/2010 12:36:57



Não tem jeito deputado "ficha suja" tinha as despesas pagas com salário de assessor da Câmara

O pastor evangélico Sandro da Silva Pinto, atualmente desempregado, pagou as despesas pessoais do deputado federal Natan Donadon (PMDB) no período de junho de 2006 a outubro de 2009. O dinheiro saiu do salário que Sandro recebia como assessor parlamentar lotado no gabinete de Natan na Câmara Federal, onde recebia mensalmente R$4.346,43 (quatro mil trezentos e quarenta e seis reais e quarenta e três centavos). Ele, contudo, não trabalhava na Câmara. Ficava no município de Vilhena, base política da família Donadon.

Do dinheiro recebido mensalmente dos cofres públicos, parte era utilizado para cobrir as despesas pessoais do parlamentar, através dos seguintes cartões de crédito: VISA número 4032170038502501, em nome da esposa de Sandro, Marli Amarante dos Santos, e MASTERCARD número 5488270066187294, de propriedade do próprio assessor.
As despesas com manutenção de veículos, aquisição de roupas e quitação de IPVA foram pagas através de cheques pessoais de Sandro da Silva Pinto , emitidos contra a Caixa Econômica Federal, mas tudo com dinheiro que recebia de salário na Câmara.

A denúncia consta de uma ação de cobrança com indenização por perdas e danos morais ajuizada pelo ex-assessor parlamentar nesta sexta-feira, 23, no fórum da Comarca de vilhena, em petição instruída com quase duzentos documentos que comprovariam a “malversação do dinheiro público”. O processo é o de número 004680-51.2010.8220014.

Foi o parlamentar federal rondoniense quem solicitou ao então assessor que pagasse parte de suas despesas pessoais, sob o compromisso de posterior devolução dos numerários respectivos. Entretanto, esse pacto não foi honrado.
Posteriormente, Natan Donadon, segundo a denúncia, falou ao telefone com Sandro , afirmando-lhe que não devolveria nenhum tostão, porque não se sentia responsável por essa obrigação.

Durante mais de dois anos, Sandro gastou de seu salário com Natan Donadon valores que totalizaram R$170.000,00 (cento e setenta mil reais), gastos com aquisição de passagens, diárias de hotéis, roupa, restaurantes, supermercados, farmácias manutenção de veículos, abastecimentos de veículos, entre outras despesas pessoais.

Ao mesmo tempo, o parlamentar federal rondoniense embolsava valores dos cofres públicos, conforme documentos extraídos do PORTAL DA CÂMARA FEDERAL e anexados ao processo ajuizado em Vilhena.


No período de abril a outubro de 2009, comprovadamente, o deputado Natan recebeu dos cofres públicos federais ressarcimento de suas despesas pessoais, que já haviam sido pagas por Sandro com o salário da Câmara, sem lhe ter repassado um tostão sequer, conforme denunciam documentos inclusos e planilha demonstrativa que integra a ação ajuizada na sexta-feira.

Fonte tudorondonia

Política : Ficha suja
Enviado por alexandre em 24/04/2010 11:19:22



O deputado "ficha suja" Natan Donadon (PMDB) assinou convênio com o padre Franco prefeito de Cacoal.

Assinado convênio para a Ponte da Rui Barbosa

Por Ormiza Soares

O prefeito Francesco Vialetto (PT) e o deputado federal Natan Donadon (PMDB) assinaram hoje, às 16 horas, um convênio de R$ 400 mil que serão aplicados na reconstrução da ponte de concreto na Rua Rui Barbosa. A obra foi paralisada há cinco anos, devido a problemas estruturais.

O prefeito destacou a importância do investimento “É uma obra que beneficiará aos moradores dos bairros Jardim Eldorado, INCRA, Teixeirão, Floresta e Village do Sol além de ser uma das principais vias de acesso à rodovia do café”, ressaltou.

O deputado Natan Donadon disse que fica feliz em ser o mediador do recurso para uma obra tão importante e de tantas promessas “Sei que a população já sofreu muito com os que prometeram e não cumpriram, por isso não meço esforços para ver os recursos desta obra liberados o mais breve possível”, disse.

O prefeito Franco ressaltou que a obra ficará em torno de 600 mil reais e o município entrará com uma contrapartida no valor de R$200 mil. Ele informou ainda que assim que os recursos forem liberados, dará ordem de serviço para iniciar a obra.


Assessoria de Imprensa da PMC

Brasil : Educação
Enviado por alexandre em 24/04/2010 11:11:25



Enquanto a prefeitura de Ouro Preto paga R$ 5 mil por um curso de libras o governo do estado oferece grátis o mesmo curso isso é respeito ou não com o dinheiro público?

SEDUC promove 14ª edição do curso de Libras

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) vai realizar no período de 22/04 a 25/05, no Centro de Capacitação dos Profissionais da Educação e Atendimento às Pessoas com Surdez (CAS) a 14ª edição do curso básico de Libras. Participarão professores da rede estadual e municipal de ensino, assim como membros da comunidade acadêmica, num total de 30 integrantes.

As aulas acontecerão no horário de 08h às 10h:30 min, no auditório do CAS.O objetivo é difundir a Língua Brasileira de Sinais (Libras), no Estado de Rondônia.

A Gerente de Educação, Prof. Sônia Casimiro, fez a abertura do curso no último dia 22/04 e destacou a importância da Libras nas escolas, ressaltando a necessidade da capacitação de funcionários, inclusive da própria Seduc.

A Subgerente de Educação Especial, Prof. Vera Regina, ressaltou o avanço na capacitação dos profissionais da educação com a contratação dos instrutores surdos Francisco Adison e Sérgio Maciel que, além de intensificar a realização de novos cursos (sendo este o quinto em 2010), também garantiu a melhoria na qualidade do ensino.

O módulo I do curso básico de Libras oferece dentre os conteúdos programáticos noções da história da educação de surdos, identidade e cultura surda, assim como a estrutura gramatical da língua de sinais, especificamente a sua base morfológica, identificando as relações pertinentes à língua portuguesa. É um curso prático uma vez que trata de uma língua viso-espacial, exigindo dos participantes concentração e desprendimento.

A coordenação do curso é das professoras Aldelina Rabello e Alba Patrícia Correia. O ministrante é o instrutor surdo Francisco Adison que é proficiente pelo PROLIBRAS/MEC, um exame que certifica, anualmente, docentes, e tradutores e intérpretes de Língua Brasileira de Sinais, criado pelo Ministério da Educação. Ele também é capacitado pela Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos (FENEIS), tendo também ministrado vários cursos pelo CAS.


Meiry Santos
Assessoria de Imprensa SEDUC