Política - Copa do Mundo - Notícias
Política : Copa do Mundo
Enviado por alexandre em 31/05/2010 01:37:48



Ruas entram no clima da Copa do Mundo em Ouro Preto

As ruas dos bairros de Ouro Preto do Oeste já começam a ficar enfeitadas nas cores verdes e amarelas com a proximidade da Copa do Mundo de Futebol. Com o inicio do maior evento de futebol, os ouropretenses se mobilizam para deixar a fachada das casas, bares, lanchonetes e lojas decoradas com as cores da bandeira nacional, como uma forma de demonstrar a paixão pelo esporte. São fitas e imagens dos jogadores da seleção brasileira que molduram as ruas, configurando o espírito do período que mobiliza milhões de brasileiros mesmos aqueles que não gostam de futebol.

No centro da cidade é visível o clima de Copa do Mundo com as vitrines das lojas decoradas com produtos que lembra o evento esportivo que mexe com os corações dos brasileiros.

O comerciante Cícero Rodrigues proprietário da panificadora Tutti Pane é um dos incentivadores para que os demais comerciantes aderissem ao clima de Copa do Mundo e enfeitasse as ruas do centro da cidade.

“Até o inicio da Copa do Mundo vamos enfeitar mais ainda o local e esperamos que a nossa seleção traga a Taça de campeão estamos todos confiantes”, disse o comerciante Cícero Rodrigues.

Se depender da empolgação do grupo, que nesse fim de semana, resolveu abrir mão de seus momentos de lazer, para trabalhar na ornamentação do local, todo o sacrifício terá valido a pena se o Brasil trouxer da África do Sul o desejado título de Hexa Campeão.

A Copa do Mundo vai ter início no dia 11 de junho de 2010. A seleção brasileira estréia no dia 15 de junho contra a Coréia do Norte, em Joanesburgo, as 15h30 (horário de Rondônia).

Autor: Alexandre Araujo

Fonte: ouropretoonline.com



Política : MODERNIZAÇÃO
Enviado por alexandre em 31/05/2010 00:20:00



CAERD implanta desenvolvimento institucional no município de Ouro Preto

A Companhia de Água e Esgoto de Rondônia – CAERD está implantando nos municípios de: Ouro Preto do Oeste, Jaru, Guajará-Mirim, Machadinho do Oeste, Ariquemes, Ji-Paraná, Presidente Médici, Rolim de Moura, Pimenta Bueno, Espigão do Oeste, Colorado do Oeste e Cerejeiras o projeto Desenvolvimento Institucional – DI.

Esta semana a Empresa BS2G Consultoria responsável pelo projeto através da coordenadora Seilza Moreira de Souza (foto) esteve reunida com a imprensa de Ouro Preto na oportunidade deu detalhes do projeto que tem um prazo de dois anos para ser desenvolvido no qual foi dividido em quatro eixos, sendo três voltados a serviços de Engenharia; modernização de todo sistema e Trabalhos Sociais.

A coordenadora enumerou: O controle Operacional com automação básica do sistema (visando eficiência); Combate ao desperdício (Através de Geofonamento, um trabalho de sondagem sobre as redes que detectará vazamentos e fraudes); Eficiência energética do sistema (Cumprir bem as tarefas, reduzir as perdas e desperdícios, tem um sentido econômico e racional: menos energia utilizada, consumo sustentável garantido; Trabalhos sociais (desenvolvendo atividades com diferentes segmentos: seminários, palestras, pit-stop, entre outras. Também serão utilizados: mini ETA para demonstrar como é realizado o tratamento de água e equipamento com uso de hidrômetros que mostra o desperdício através de torneiras pingando identificando a perda de volume água/dia e custo/mês).

A principal função dos Trabalhos Sociais segundo Seilza Moreira é conscientizar a população sobre a importância de consumir água tratada fomentando as Doenças de Veiculação hídrica e educação ambiental. “Uso racional da água é sinônimo de economia já que no Brasil se desperdiça 40% da água tratada além do que o meio ambiente agradece”, disse a coordenadora que acrescentou a cada real investido em saneamento básico poupa quatro em gastos com a saúde.

Em Ouro Preto do Oeste segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde é grande o número de pessoas acometidas com doenças provenientes do consumo de água contaminada, ou seja, poço. De um total de 11 amostras de água de poço localizados no bairro Jardim Aeroporto todas apresentaram coliformes fecais (resíduos de fossa), entre outras contaminações.

Autor: Alexandre Araujo

Fonte: ouropretoonline.com


Justiça : IMPRUDÊNCIA
Enviado por alexandre em 30/05/2010 19:58:06



Avenida Daniel Comboni a via urbana da morte em Ouro Preto e prefeitura fica inerte

O trânsito de Ouro Preto do Oeste sempre foi alvo de severas criticas por partes das autoridades estaduais em face do não cumprimento das normas de segurança que disciplina o setor.

E nesta triste realidade a Avenida Daniel Comboni aparece nas estáticas da Polícia Militar como a via campeã em número de acidentes de trânsito, sendo que muitos destes registrados deixaram vitimas fatais e outras com seqüelas.

Como é o caso do vendedor de melancia Luiz Marques, 72 anos que teve a vida ceifada após ser atingido irresponsavelmente por uma mulher identificada apena por “Jandira” que desenvolvia segundo testemunhas velocidade acima dos 100 km em uma via urbana que registra quase que diariamente acidentes segundos dados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros.



Antes de ser recapeada a Avenida Daniel Comboni já apresentava altos índices de acidentes, e após a conclusão parcial das obras de recapeamento a via tornou-se uma verdadeira pista de corrida para muitos motoristas e em especial os motoqueiros que aproveitam da qualidade do asfalto e fazem verdadeiros rachas, colocando em risco não só suas próprias vidas como de outras pessoas.

Mas não são só os motoqueiros que estão abusando de serem irresponsáveis, e comprovadamente muitos condutores de veículos leves e pesados (maioria jovens) estão sendo cúmplice para que a cada dia os números aumentem em um quadro que se faz necessário uma ação conjunta de todas as autoridades do município.

Em visita técnica no ano passado os técnicos do DETRAN constaram que o trânsito de Ouro Preto é uma desordem, com motoqueiro que não usa capacete e o carona segue o mesmo exemplo, motorista que dirige sem fazer o uso do cinto de segurança, falando ao telefone celular, crianças sentadas no banco da frente e outras irregularidades previstas no Código Brasileiro de Trânsito – CBT.

Prefeitura tem culpa no caso

A Prefeitura de Ouro Preto tem sua parcela de culpa para os acidentes de trânsito nas vias do município já que a falta de sinalização é uma realidade e na Daniel Comboni onde é quase zero a sinalização o Art. 88 do CBT diz “Nenhuma via pavimentada poderá ser entregue após sua construção, ou reaberta ao trânsito após a realização de obras ou de manutenção, enquanto não estiver devidamente sinalizada, vertical e horizontalmente, de forma a garantir as condições adequadas de segurança na circulação. Parágrafo único. Nas vias ou trechos de vias em obras deverá ser afixada sinalização específica e adequada”.

A reportagem apurou que existe um projeto de sinalização para as vias do município, mas estranhamente está engavetado e não tem prazo para ser colocado em pratica.
Autor: Alexandre Araujo

Fonte: ouropretoonline.com

Regionais : Projeto adverte: 'Essa mulher foi retocada'
Enviado por alexandre em 30/05/2010 19:05:24

Regionais : Ficha limpa em arquivo sujo
Enviado por alexandre em 30/05/2010 18:59:16